Em Alimentação, Saúde
Rate this post

Tapioca engorda ou emagrece?

A tapioca é feita a partir da mandioca. A fécula, ao ser aquecida, derrete um pouco, formando uma casquinha, dando origem ao que conhecemos. Por ser à base de mandioca, a tapioca é riquíssima em carboidratos.

É uma comida especialmente brasileira e vem ganhando cada vez destaque. Um dos motivos é que a tapioca não tem glúten! Dessa forma, ela tem sido uma ótima substitua do nosso amado pão francês. Para os que não sabem, o glúten é uma proteína que é encontrada junto ao amido em alguns cereais. O trigo, centeio, malte e cevada. Dessa forma, podemos dizer que a tapioca não tem proteína, mas a tapioca tem carboidrato. Uma curiosidade é que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o glúten não faz com que ganhemos mais peso! Porém não podemos dizer que tapioca emagrece ou que tapioca ajuda a emagrecer.

dieta com tapioca

Benefícios da tapioca

Um dos principais benefícios da tapioca é ser uma prática, eficiente e rápida e fonte de energia para nosso corpo. Dessa forma, ela é ótima para quem acabou de fazer um exercício pesado, por fornecer rapidamente a quantidade de energia necessária que havia sido gasta.

Para os intolerantes ao glúten de plantão, podem ficar tranquilos. A tapioca não tem glúten. Você pode come-la em paz. Ela não te deixa com mau hálito e pode ser usada em uma dieta detox ou de 1200 calorias!

como fazer tapioca com polvilho doce

Tapioca é carboidrato!

Essa iguaria brasileira é rica em amido, e, portanto, rica em carboidratos. Quando ingerimos carboidratos, a glicose vai para nossa corrente sanguínea e fica por ali, circulando. É ela quem fornece a energia que nossas células precisam para realizar suas atividades e manter nosso organismo nos trinques.

Para o bom funcionamento do cérebro, os carboidratos também são excelentes. Eles ajudam a manter o humor agradável. Por isso, a redução do consumo deles pode atrapalhar a produção da serotonina, a substância que influencia diretamente no nosso bem-estar e humor. Versátil como é, a tapioca também contém zinco e potássio!

Bom, como foi dito, a tapioca é basicamente carboidrato, o que faz dela um açúcar. Ela possui grandes índices glicêmicos, além de carga glicêmica. O índice é a rapidez com qual a glicose entra na corrente sanguínea e a carga é o quanto de glicose o alimento tem.

goma de tapioca

Dito isso, quando um ingrediente possui ambos elevados, isto pode acarretar ou intensificar problemas de saúde como: diabetes tipo 2, obesidade, problemas cardiovasculares e ainda problemas na cognição. A obesidade acontece porque, quanto mais açúcar circulando na corrente, mais insulina o corpo libera.

O excesso dessa insulina faz com que acumulemos gordura. O sobrepeso também favorece a diabetes. Além de tudo isso, a produção desenfreada de insulina faz com que esse hormônio vá perdendo gradualmente sua função no corpo. Ou seja, o pâncreas fica sobrecarregado, o soldado responsável por liberar a insulina, causando a diabetes tipo 2. Por isso, diabéticos e pré-diabéticos: fiquem longe da tapioca.

Tapioca na dieta

Nos dias de hoje, há boatos de que a tapioca é mais saudável do que o pão. No entanto, isso só vale para quem é intolerante ao glúten. Tanto a tapioca quanto os pães têm muitas calorias. De acordo com a Tabela Brasileira de Alimentos da Universidade de Campinas (UNICAMP), as calorias da tapioca chegam a 240 em uma porção de 100g. Enquanto um pão francês tem 300 calorias na mesma quantidade.

Portanto, o pão integral ainda é mais saudável do que a tapioca, pois ele possui um índice glicêmico bem menor, além de ter teor proteico e vitaminas do complexo B.

ajuda emagrecer

Dieta da tapioca existe?

Tapioca na dieta

Bom, não há indicações sobre seu consumo em dietas, especificamente. Porém, existem orientações em relação a quantidade de cereais consumidos por dia. É recomendado que se ingira de duas a quatro porções, tentando manter a médica de três porções ao dia.

Por não ter muitos nutrientes, é bom acrescentar alguma fonte de fibra e proteína no recheio da tapioca. Algumas escolhas pertinentes são: abóbora, chia, linhaça, batata doce, atum, ovo ou frango. Se quiser colocar queijo, opte pelo branco. Legumes e vegetais num geral também podem ser colocados.

A tapioca não tem grandes contraindicações, só é bom que diabéticos ou pessoas com essa tendência, evitem. Quem tem problemas com o peso também não deve consumir grandes quantidades de tapioca, porque ela favorece o ganho de peso. Tapioca é saudável, mas comer tapioca não emagrece.

farinha de tapioca

Calorias da tapioca

Agora chegou a parte que você estava esperando! Vamos entender mais sobre os valores calóricos da tapioca.

  • 384kcal (17,4 do que a FDA recomenda numa dieta de 2000 calorias)
  • 10,9g de gordura (por conta da manteiga) e desse valor:
    • 21,2% são de gordura saturada
    • 15% moninsaturada
    • 10% colesterol
    • 21,2% carboidrato
    • 1g de fibra
    • 0,2g de polisaturada
    • 3g de açúcar
    • 1,3% de magnésico
    • 2mg de sódio
    • 9% de ferro

A goma pura é feita quase que inteiramente de carboidratos. Dos 89g a cada 100g de tapioca, 0,9g é considerado fibra e 3,3g é considerado açúcares. Possui índice glicêmico alto, portanto reforçamos que é perigosa para diabéticos e benéfica para praticar atividade física pesada. É possível fazer a extração da maltodextrina, muito usado por esportistas. Usa-se esse carboidrato para emulsificar gorduras.

receita de tapioca

Origem da tapioca

A mandioca, plantada no sistema da agricultura de subsistência, era o sustento da alimentação brasileira até a colonização do país pelos portugueses. Alguns anos após o descobrimento, os colonizadores da capitania hereditária onde hoje é Pernambuco perceberam que a mandioca podia substituir o pão. Em Olinda, o beiju era muito consumido, a farinha e a tapioca tirados da mandioca, desde século XVI. Foi então que nasceu a Casa de Farinha em Itamaracá.

A tapioca se popularizou dentre os povos indígenas do Ceará até o Amazonas. Ela também foi a principal alimentação dos escravos durante o período do tráfico negreiro. Tudo isso contribuiu para que hoje, a tapioca se tornasse símbolo da culinária brasileira, principalmente do Norte e Nordeste.

Os índios faziam muitos tipos de beiju: o mais comum é um bolo de massa úmida, passada na peneira de fibras vegetais para formar gomos, que pelo calor, ficam ligados. Temos o beiju-ti canga feito da massa mole e seca no sol. O beijuaçu, que é redondo, colocado de molho e reduzido à massa; quando acrescenta água vira um mingau. O beijucica, feito do arroz da mandioca. O curadá, um beiju grande, feito de tapioca umedecida, leva castanhas. E o beijo de tapioca que já conhecemos!

A diversidade da tapioca também é aproveitada para fazer bebidas alcoólicas, como o pajuari, tapiocuí e o tarubá. Depois de polvilhados, os beijus são cobertos com folhas de curumi e curtidos por três dias. É então que começa a escorrer um líquido grosso, parecido com melado. A massa é diluída na água, passada na peneira e o melado fica em repouso.

A tapioca como conhecemos, é feita da seguinte forma: em uma vasilha, espirra-se um pouco de água na goma da tapioca e sal, então mexe-se tudo com as mãos. Va adicionando água e esfarelando a mistura, até que ela perca aderência. Na frigideira aquecida, coloca-se uma porção de modo uniforme, recheia-se da forma que desejar, aguarde de dois a quatro minutos e passe um pouco de manteiga dos lados.

tapioca beneficios

A tapioca como patrimônio do Brasil

A cidade de Olinda junto ao seu Conselho de Preservação do Sítio Histórico, deu à tapioca o título de patrimônio imaterial e cultural de Olinda, em 2006.

Apesar de ser muito famosa e integrante titular da culinária típica dos estados do Nordeste, a tapioca mais tradicional do país está em Alto da Sé, Pernambuco. Nos outros estados, a tapioca foi modificada e não é mais de origem. Também existem muitos lugares dedicados à “cultura popular da tapioca”, como o Centro das Tapioqueiras em Fortaleza.

No mundo todo, inúmeros produtos vindos da goma da mandioca são chamados de tapioca. Os recheios que trazem o toque especial variam entre gosto de região. Ele pode ir de apenas manteiga com coco ralado até versões mais gourmet, como leite condensado, goiabada, chocolate, etc.

O bolo de tapioca ou pudim não é feito no fogo, além de ser servido gelado e com calda de frutas. A farinha da tapioca é colocada em um bowl com leite de coco, leite, açúcar e coco ralado. Mistura-se os ingredientes e então vai para uma forma direto para a geladeira.

tapioca saudavel

Já não faz muito tempo que a tapioca chamou a atenção de vários chefes brasileiros. A partir de suas imaginações, eles criaram versões inovadores. Uma delas é usar a fécula da tapioca (em bolas de meio centímetro) banhadas no shoyu, deixando a sobremesa com aparência escura, parecendo um caviar.

De alimento crucial no período pré-colonização até as mais variadas receitas, a tapioca é propriedade do Brasil.

Postagens Recentes

COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISA

benefícios da batata doceremedio caseiro